Saturday, December 20, 2014

1972 - O Ibope pós-Chacrinha

Jornal do Brasil
Data de Publicação: 13/12/1972
Autor: Zózimo
A (MÁ) HORA DA SAÍDA

Não será surpresa para esta coluna se, a médio prazo, a saída do Chacrinha da TV Globo implicar uma mexida de alguns nomes que compõem a alta cúpula da emissora.

O que se sabe é que a forma com que foi conduzido o problema Chacrinha gerou um certo descontentamento entre o chamado alto comando do canal 4. Um descontentamento que não tem propriamente sua origem na saída de Chacrinha, mas sim no momento pouco oportuno em que esta se deu. Agora é a época em que as agências de publicidade se encontram em pleno processo de elaboração de seus programas para o ano que vem. É evidente que uma, sacudidela nos níveis mais ou menos estáveis que vinham sendo registrados há vários meses nos IBOPEs das duas emissoras irá fatalmente refletir nos planos e esquemas das agências de publicidade. Daí, o descontentamento.

A análise fria e objetiva da situação mostra, também, que pela primeira vez em muito tempo a liderança esmagadora, inconteste, total do canal 4, principalmente nos programas considerados de apelo popularesco, está ameaçada. As últimas contratações da Tupi, que culminaram com a conquista de Chacrinha, fazem prever daqui por diante uma luta menos desigual pela obtenção dos pontos do IBOPE.

No comments:

Post a Comment

Followers