Saturday, December 20, 2014

1972 - Globo Ataca Chacrinha

Jornal do Brasil
Data de Publicação: 9/12/1972

TV GLOBO AMEAÇA IMPEDIR CHACRINHA DE SE APRESENTAR SE ELE NÃO FOR À ''BUZINA''

Ameaçado pelo diretor de shows da TV Globo de ser proibido de se apresentar em todo o país, caso não compareça ao seu programa de domingo, Chacrinha nem se importou e transferiu ontem mesmo a sua equipe para os estúdios da TV Tupi, onde anuncia uma Discoteca e uma Buzina a cores para 21 Estados, a partir de quarta-feira.

Agildo Ribeiro, que substituiu Chacrinha na Discoteca passada, torna maior o impasse ao declarar que "nestas circunstancias foi a última vez que ocupou o lugar dele" e que "quando aceitou fazer o programa deixou bem claro para a direção da TV Globo que isso aconteceria pela última vez."

Transferência - Sem tomar conhecimento das sucessivas chamadas que a Globo fazia para seu programa de domingo, Chacrinha ocupou com sua equipe, ontem, a casa da Rua Almirante Gomes Pereira, designada pela Tupi como sede provisória d a Discoteca e da Buzina (esta irá ao ar aos sábados, às 20h30m).

Na TV Tupi o clima era de euforia e festas e quando Abelardo Barbosa chegou aos estúdios da Urca foi aplaudido pelos técnicos cumprimentado efusivamente.

Animado com o que chama "volta às raízes'', Chacrinha afirmou ontem à tarde em seu apartamento, na Avenida Atlântica, que "o programa da Tupi manterá a mesma estrutura. mas será enriquecido com cenários escolhidos por ele sua equipe."

Promete em sua volta à Tupi - onde ele atuou de 1956 a 1960 no canal 6 e em cuja rádio ele trabalhou 17 anos - fazer um programa "com cenário bem brasileiro, tropicalista, muitas frutas e flores, banana s, abacaxis." Sua roupa de estréia será um príncipe indiano, em amarelo e azul.

Chacrinha acha que "se havia alguma vantagem em trabalhar na Globo serei amplamente recompensado podendo criar um clima próprio para meu programa, com cenários condizentes com seu ritmo próprio, diferente."

Ele afirma que sua emissora de onde saiu "queria despersonalizar seu programa, com cenários estereotipados." Outra vantagem que aponta na transferência é o fato de que a TV Tupi transmitirá seu programa a cores - tanto a Discoteca como a Buzina -via Embratel, para 21 Estados.

- Na Globo, meus programas - em preto e branco - eram lançados via Embratel somente em quatro Estados. Para o resto do Brasil era vendido o vídeo-tape. Isto levava a grandes restrições de produção, pois alguns Estados só iam ver vt dois ou três meses depois. Resultado: muitos assuntos interessantes para serem abordados e vistos imediatamente deixavam de constar do programa. Ele faz questão de frisar que "não foram estas as restrições que o levaram a mudar de emissora. E' preciso deixar claro que tomei tal decisão porque a Globo quebrou duas cláusulas do nosso contrato." O programa de estréia de Chacrinha na Tupi será realizado no próprio auditório do Canal 6, na Urca.

Também na tarde de ontem Agildo Ribeiro explicava que "só tomei o lugar de Chacrinha no programa, de quarta-feira última para quebrar o galho da emissora onde trabalho há 7 anos onde tenho muitos amigos na direção. Mas não faria isto em caráter permanente por considerar esta atitude uma usurpação da personalidade de outra pessoa. Se por acaso quisessem me dar programa, eu o faria a meu próprio jeito."

Agildo, que já substituiu Chacrinha muitas vezes, afirma que então "as circunstâncias'' eram outras. Chacrinha estava doente ou qualquer coisa assim. Mas tomar a personalidade dele a longo prazo é impossível. A Globo sabe disto e não me proporia tal coisa, creio."

No comments:

Post a Comment

Followers