Saturday, December 20, 2014

1972 - Agildo como Chacrinha

Revista Cartaz
Data de Publicação: 14/12/1972

UM DIA DE GUERREIRO
"Oh, Terezinha, oh, Terezinha/ está no ar a Discoteca do Chacrinha".

Quando a direção da linha de shows da TV Globo soube, na última quarta-feira, que Chacrinha não apresentaria seu programa daquele dia, tomou uma decisão: com ou sem Abelardo Barbosa, a "Discoteca" iria para o ar.

E, diante da irredutibilidade do Velho Guerreiro, foi chamado Agildo Ribeiro. Faltavam duas horas para o programa começar. Numa operação que durou pouco mais de 20 minutos, Agildo estava pronto para comandar a "Discoteca". De peruca castanha, pompons na cabeça, malha vermelha e com bolas de papel nas pernas, para imitar varizes, ela discutia com Ferreira, Jaques e Duarte, o trio de produção do Velho Guerreiro, como seria sua apresentação. À última hora foi colocada uma barriga de plástico e Agildo tomou uma decisão: só conservaria duas coisas do Chacrinha: o disco de telefone pendurado ao pescoço e a voz fanhosa.

Assim, acompanhado das bailarinas, já chamadas de Agildetes, o show começou. Os cantores continuaram sendo chamados de "os melhores do Brasil". Uma hora depois, com o auditório ainda vibrando (nessa noite o Ibope subiu), o sufixo voltou. "Oh, Terezinha... acabou a Discoteca do Chacrinha". Só que, desta vez, para sempre.

No comments:

Post a Comment

Followers