Tuesday, September 9, 2014

1991 - Virgindade à Venda em O Dono do Mundo e na Vida Real

Jornal do Brasil
Data de Publicação: 24/5/1991

MINEIRA COLOCA VIRGINDADE À VENDA
Sucesso da oferta acaba em leilão e revolta feministas

BELO HORIZONTE - Um anúncio de acompanhante feminino publicado ontem no jornal Estado de Minas chamou a atenção pelo inusitado do produto oferecido: a virgindade de uma mulher. "Virgem - moça idônea, 18 anos, necessitada: 2122633. Eros. Cr$ 250 mil", dizia o texto do classificado da agência Eros & Cia. Anúncios de acompanhantes para executivos, sob títulos Massagens, são comuns, mas o oferecimento de uma virgem, num estado como Minas, fez tanto sucesso que acabou virando leilão.

Na véspera, o mesmo anúncio oferecia a virgem por Cr$ 200 mil, mas a procura foi tanta que a agência abriu concorrência: leva quem oferecer mais. Segundo a Eros & Cia, até ontem à tarde as ofertas alcançaram Cr$ 220 mil. A donzela, apresentada com o nome de Naiara, fica à disposição dos interessados na agência, na Avenida Olegário Maciel, 304 - sala 2, no Centro de Belo Horizonte.

"Morena bronze, 1m70, 70 quilos, seios médios e firmes, cabelos curtos, castanhos escuros", descreveu a mulher que atendeu o telefonema dado à agência. "Sou eu mesma", completou Naiara, acrescentando que achava estranho "passar a própria ficha para os outros". Ela disse que atendera ao telefone por acaso, porque a telefonista tinha saído.

Naiara se disse constrangida por oferecer a virgindade em troca de dinheiro, mas justificou: " Estou passando por necessidades financeiras." Ela disse que procurou uma agência especializada por considerar que aquele era "o lugar apropriado". "O pessoal aqui está me leiloando", informou Naiara ao telefone. "Já passei para Cr$ 250 mil?", perguntou a alguém em seguida. Ela revelou que o local do encontro ficaria a critério do interessado, mas avisou que se reserva o direito de escolher o pretendente. Um homem que se identificou apenas como JB disse que o interessado teria que fazer o pagamento adiantado, mas que poderia levar Naiara a qualquer médico e fazer exames que comprovassem a virgindade.

A titular da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher, delegada Elaine Matozinhos Gonçalves, afirmou que desconhece a agência Eros e que a atividade é crime. "O proprietário dessa agência, ao facilitar a prostituição, está cometendo ilícito penal". Segundo Elaine Matozinhos, compete à polícia indiciar os proprietários e gerentes das agências e remeter o inquérito à justiça.

A presidente da União Brasileira de Mulheres, Jô Morais, também se - queixou das dificuldades para punir casos como esse, até pela concordância das mulheres envolvidas. "Mesmo que não consigamos a punição judicial, queremos retomar o debate, pois mulher não é mercadoria", protestou. A feminista afirmou que pode ser feita uma "intimidação política" contra as agências de massagens, propondo uma visita aos locais por integrantes da Comissão de Direitos Humanos e da Procuradoria da Justiça. "Isto é uma forma indireta para estimular a violência sexual. Se uma virgem pode ser leiloada como vaca ou cavalo de raça, por que respeitam companheira ou a mulher bonita que passa na rua?", indaga.

No comments:

Post a Comment

Followers