Saturday, January 4, 2014

1974 - O Rebu

Amiga TV
Data de Publicação: 23/10/1974
Autor: Arnaldo Risemberg
UMA HISTÓRIA DIFERENTE PARA FAZER UM REBU

Mal sabia a Princesa Alexandra, quando chegou ao Brasil, que sua visita iria inspirar Bráulio Pedroso a escrever uma novela que, segundo Daniel Filho, vai marcar o início de uma nova etapa na história da televisão brasileira: O Rebu, com estréia prevista para o dia 4 de novembro, trará como uma das suas principais inovações o modo de narrar a história, dividida entre três momentos presentes: uma festa, onde transcorrem os 110 capítulos, os flashbacks de informações sobre os convidados à recepção na mansão do magnata Konrad Mahler e os diversos comportamentos individuais: Como nasceu O Rebu? Bráulio Pedroso diz que a idéia lhe veio quando da visita da Princesa Alexandra ao Brasil, em face das diversas homenagens de que foi alvo, principalmente na Guanabara. Mas, a rigor, a primeira cena da novela, a descoberta do cadáver na piscina às seis horas da manhã de domingo, duas horas após o término da festa, surgiu da primeira imagem do filme Sunset Boulevard, ou seja, a mesma situação da descoberta de um corpo boiando na piscina: ''A partir desta primeira imagem, a história se desenvolverá em três tempos simultâneos: presente (a festa), passado (o que levou os convidados à festa) e o passado do passado (quem são aqueles convidados)." Ao considerar O Rebu como um dos momentos mais importantes da televisão, Válter Avancini salienta sua dificuldade de realização: "Seu ineditismo, sua nova formulação são e a proposta em si apresentam-se extremamente complexos. O Rebu, um estudo do comportamento humano, é um trabalho de sustentação simultânea de todos os personagens no mesmo ritmo, no mesmo timing." No elenco de O Rebu, onde 24 dos 45 personagens serão ao mesmo tempo protagonistas e secundários, estão Ziembinski, Lima Duarte, Arlete Sales, Maria Cláudia, Carlos Vereza, Iara Cortes e Edson França, que reaparecem novamente depois de terem andado um pouco sumidos do vídeo. Ziembinski fará o papel de Konrad Mahler, homem que viveu para fazer fortuna. Imigrante de origem austríaca, veio jovem para o Brasil onde, depois de passar por todos os tipos de dificuldades, se transformou num poderoso banqueiro. É ele quem dá a festa em homenagem à Princesa Katherine. Seu único afeto é o jovem Cauê, do qual cuida como se fosse seu filho e que possivelmente será seu herdeiro absoluto. Carlos Vereza é o intérprete de Layo, um industrial de 33 anos que precisa do financiamento de Mahler. Está a ponto de entrar numa crise definitiva de esquizofrenia de caráter violento. Esta crise irá estourar durante a festa. Édson França fará o delegado, homem refinado que, obviamente, estará em contato com todos os personagens, e Lima Duarte fará um ladrão vulgar que encontra um convite para a festa e consegue um smoking.

No comments:

Post a Comment

Followers