Saturday, January 4, 2014

1974 - O Rebu e o Garoto de Programa

Amiga TV
Data de Publicação: 11/12/1974
Autor: Arnaldo Risemberg
ZIEMBINSKI: MISTÉRIO NO REBU

Ele acha que Conrad Mahler, seu personagem na novela de Bráulio Pedroso, é extremamente complexo e ignora a personalidade de Cauê, o jovem que adotou, e para quem pretende deixar toda sua fortuna.

Para Ziembinski, não tem personagem mais importante que o seu dentro de O Rebu. ''A meu ver, a figura de Mahler é de grande importância para o desenrolar da novela.'' Sete meses depois de O Semideus, Ziembinski, diretor da Divisão de Novelas da TV Globo, volta às novelas, vivendo Conrad Mahler, o anfitrião da festa onde acontece o rebu da descoberta de um cadáver.

''Sem levar em conta o fato de ser o dono da festa, Mahler é um personagem extremamente complexo. Descendente de uma respeitável família européia, Mahler envolveu-se, durante sua juventude, num conflito amoroso que resultou na morte de seu melhor amigo, durante um duelo provocado por ele próprio. Depois de inúmeros atropelos e dificuldades, tendo que fugir de seu país devido ao crime que havia cometido, pois lá o duelo era considerado ilegal, Mahler veio parar no Rio, praticamente sem meios de subsistência, pois, com vinte e poucos anos, não tinha nenhuma profissão definida. As únicas coisas que contavam a seu favor eram a refinada educação para um rapaz de sua idade, o traquejo social, o conhecimento de alguns idiomas, sua força de vontade e o enorme desejo de vencer na vida, custasse o que custasse. Nessas condições, o jovem Mahler se fez adulto, comendo o pão que o diabo amassou e tentando, de qualquer maneira, agarrar-se às suas pretensões. Com muita força interior e a recusa em entregar-se, Mahler conseguiu, através de todos os meios, nem sempre muito honrosos, ganhar meios para a sua subsistência e, mais tarde, tornar-se extremamente poderoso. Solitário, afastado da vida social e descrente da humanidade, Mahler se angustia com a própria solidão, ao mesmo tempo em que constata o poder improdutivo de sua fortuna. Perdido entre as paredes de sua mansão, o único consolo que encontra é na companhia do jovem Cauê, a quem mais tarde pretende entregar toda a sua fortuna. Essa esperança preenche a vida de Mahler e faz-lhe parecer diferentes os momentos da vida de casa. Mesmo assim, ele ignora a personalidade daquele a quem resolveu dedicar sua vida. Será que a velhice de Mahler vai correr sossegada? Será que Cauê pensa da mesma forma que seu tutor ou visa a outras coisas?"

No comments:

Post a Comment

Followers