Thursday, June 6, 2013

1988 - O contrato milionário do Gugu

Jornal do Brasil
Data de Publicação: 12/2/1988
Autora: Cida Taiar
O NOVO MILIONÁRIO DA TV
Sílvio Santos ganhou a parada. Gugu Liberato fica no SBT com um salário de cinco milhões mensais

São Paulo - Terminou a novela de maior ibope na televisão nos últimos tempos: o animador Gugu Liberato fica mesmo na TVS, atendendo à proposta sedutora de seu patrão, Sílvio Santos. A partir de agora, o jovem Augusto Liberato, 28 anos, paulista da Mooca, é de fato o novo milionário do vídeo. Além da promessa de suceder o próprio Sílvio Santos no programa do domingo, daqui a três anos. Gugu assina um contrato que deixa Xuxa e Jô Soares no chinelo. Os números são astronômicos: 60 mil dólares (cerca de cinco milhões de cruzados) mensais por cinco anos de contrato, com renovação garantida.

Gugu e seu sócio, Sérgio Murad, o Beto Carrero, que faz shows, produz discos e vende roupas, terão direito ainda a usar 12 minutos por dia de merchandising no SBT, total que hoje equivale a 26 milhões de cruzados pela tabela oficial da rede, mas com preço aberto para a dupla. O animador que participa freqüentemente de shows e espetáculos for de São Paulo, poderá dispor também de 90 textos por mês para divulgação de 30 segundos cada, atingindo mais de 40 emissoras do SBT em todo o território nacional.

A conta bancária de Gugu Liberato, é evidente, será fartamente recheada por outras fontes - já durante o carnaval, por exemplo, ele receberá três milhões de cruzados par animar bailes promovidos pelo Projeto Leste 1, uma grande casa de espetáculos na Mooca, em companhia de seu inseparável conjunto musical Dominó. Ainda mais: dez por cento do total da renda dos bailes virão também para o seu bolso. Nem tudo é trabalho, porém. Na segunda-feira de carnaval, ele desfilará no Rio com a escola de samba Unidos do Cabuçu, que este ano homenageia Os Trapalhões.

"Ele precisa se distrair um pouco'', justifica Sevilha Nogueira, 34 anos, há quase quatro anos a gerente artística do animador. A preocupação de Sevilha é compreensível: com um salário mensal de CZ$ 200 mil, ela espera que sore alguns trocados no fim do mês para valorizar seu contracheque. "Nos últimos dias'', ela conta, ''Gugu viveu momentos de extrema tensão''.

A maratona, de fato, foi estafante. Assediado por Sílvio Santos no início da semana com a promessa da sucessão, Gugu tentou por todos os meios convencer o empresário Roberto Marinho, presidente das Organizações Globo, a aceitar a rescisão de seu contrato - pela qual o próprio Sílvio estaria disposto a pagar CZ$ 9 milhões de multa. Após um longuíssimo jantar na casa do Cosme Velho, onde mora Roberto Marinho, na noite de terça-feira, Gugu enfrentou outra prova de resistência - um almoço no Jardim Botânico, na quarta, com José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, big-boss da Globo. Ainda teria uma tensa noite pela frente. Já em São Paulo, e com uma nova proposta da Globo nas mãos - 100 mil dólares mensais (cerca de CZ$ 10 milhões) - conversou durante quase 10 horas com Sílvio Santos, que prometeu entregar-lhe aos domingos, numa primeira etapa, um espaço de quatro horas - das 15h às 19h - para montar o Programa do Gugu, a partir de 3 de abril, além da garantia da permanência no ar do Viva a Noite, aos sábados. A garantia da sucessão, porém, foi o fiel da balança. Logo cedo, aliviado, Gugu desfrutou seu primeiro momento de tranqüilidade em quase uma semana. Tomou café da manhã coma mãe, Dona Maria, na casa onde mora a família, no condomínio fechado de Alphaville, em Burueri, na grande São Paulo. Sem culpas.

No comments:

Post a Comment

Followers