Friday, May 31, 2013

1985 - Truques do Silvio Santos para Alavancar Pássaros Feridos

Folha de S. Paulo
Data de Publicação: 2/3/1986
Autor: Nelson Pujol Yamamoto
TRUQUES PARA GANHAR A AUDIÊNCIA
Se "Miami Vice" emplacar no Brasil como o fez nos Estados Unidos e nos países europeus onde é exibido, como Inglaterra e França, poderá entrar para o clube de "Pássaros Feridos", a minissérie norte-americana que, transmitida em agosto do ano passado pelo SBT, bateu largamente em audiência as atrações da Globo. No dia 23 daquele mês, por exemplo, "Pássaros Feridos" conquistou, no horário das 23h, 42% dos televisores ligados na Grande São Paulo, contra 17% da Globo e sua minissérie "Tenda dos Milagres", conforme dados do Audi-TV.

Uma das estratégias a marcar a disparidade foi a determinação, estabelecida pelo próprio Sílvio Santos, de não colocar a minissérie no ar enquanto não terminasse, na Globo, a novela "Roque Santeiro", considerada imbatível. Para preencher os minutos de espera - que chegaram a 45, numa tentativa frustrada de vencer o SBT pelo cansaço -, a emissora de Sílvio Santos fazia desfilar desenhos de "A Pantera Cor de Rosa". "A panterinha está de novo a postos, aguardando o término de `Selva de Pedra' ", diz Sílvio.

Cabe lembrar que também "Pássaros Feridos" foi parar no SBT após desistência da Globo. Em 1984, a série foi oferecida a ambas as emissoras. O SBT recuou com medo do preço e a Globo seguiu o exemplo, mas com medo da Censura, que ameaçava vetar a história, envolvendo, entre outras coisas, as experiências sexuais de um padre católico. O produto voltou a ser oferecido ao SBT por um preço mais baixo - 120 mil dólares, ou cerca de Cz$ 1,65 milhão - e Sílvio Santos resolveu arriscar. A série passou pela Censura e o SBT marcou o maior sucesso da sua história.

No comments:

Post a Comment

Followers