Monday, May 27, 2013

1983 - Abril e Gazeta fazem parceria

Jornal do Brasil
Data de Publicação: 31/7/1983
Autor: Alberto Beuttenmuller
PAULISTA GANHA MAIS DUAS HORAS DE INFORMAÇÃO
Por longo tempo abandonado pela televisão brasileira, o jornalismo está-se tornando agora a grande novidade do vídeo: a TV Manchete estreou há dois meses com um telejornal de uma hora e meia que inclusive acaba de ganhar uma segunda edição, de meia hora. Em São Paulo, a Abril - editora da revista Veja - se lança como produtora independente de TV com uma programação exclusivamente jornalística: é a Abril Vídeo, que vai ao ar a partir do dia 9, das 20h30min às 22h45min, ocupando o horário nobre da TV Gazeta.

O jornalismo não está tendo o lugar que merece na televisão diz o brasileira ex-global - Luiz Fernando Mercadante, diretor de jornalismo da Abril Vídeo, enquanto supervisiona os últimos detalhes da decoração das salas de edição, de redação e do estúdio de 400m2, "o maior do Brasil". A Abril Vídeo vai trabalhar com equipamento próprio - aparelhos de gravação, geração, edição de programas, além de câmeras, tapes e tudo o mais -"utilizaremos apenas os transmissores, a antena e o espaço físico da TV Gazeta", afirma Mercadante.

Visando apenas ao telespectador da Grande São Paulo, pelo menos por enquanto, a programação da Abril Vídeo de segunda a sexta-feira já está definida - a do fim de semana ainda não - e será só jornalística. Paulo Markum e Sílvia Popovic serão os apresentadores. Durante a programação haverá sempre janelas para a redação, ou seja, comentários de quem está na redação, no caso, Henfil - "o humorista de plantão", no dizer de Mercadante - e o cronista social Giba Um. No fim de semana, as janelas serão para Tarso de Castro.

De segunda a sexta-feira, a programação da Abril Vídeo vai ser dividida em dois blocos distintos: o primeiro de 20h30min às 21h30min,

será como uma revista e o segundo, das 21h30min às 22h45min, será o telejornal propriamente dito, com notícias do dia-a-dia. O primeiro bloco terá quatro módulos fixos: O Assunto É, sobre o grande tema em discussão na cidade, com reportagem, entrevista ou debate, apresentados pela ex-global Helena de Gramont; Caso Polícia, reportagens sobre crimes, por Caco Barcelos; Seu Programa, um segmento de variedades, mostrando o que há para ver na cidade em termos de teatro, cinema e artes em geral.

O quarto módulo da primeira hora de programação da Abril Vídeo, Especial do Dia, vai variar todo dia. Na segunda-feira é Dinheiro Vivo, assuntos econômicos tratados por Luiz Nacif e José Roberto Nassar. Na terça, Tá na Moda, matérias de comportamento por Cristina Duarte, diretora da revista Cláudia. Na quarta, Carro e Moto, com Emílio Carrnanzi e Cláudio Carsughi, da revista Quatro Rodas. Na quinta, Futuro Agora, cujo tema será ciência e tecnologia, apresentado por Etevaldo Siqueira. Na sexta, Controle de Qualidade, programa em defesa do consumidor conduzido por Célia Pardi, diretora da revista Capricho.

O segundo bloco da programação - de 21h30min às 22h45min - também vai ser diferente a cada dia. Na segunda-feira, Placar, uma mesa-redonda sobre esportes, conduzida por Juca Kfoury. Na terça, Veja Entrevista personalidades da vida pública, com uma equipe de entrevista-dores formada por jornalistas de Veja e com Augusto Nunes como mediador. Na quarta, Negócios em Exame, sobre economia, com equipe da revista Exame. Quinta, Dois na Cidade, espaço de reportagem externa que desvenda os restaurantes, teatros e cinemas de São Paulo - a apresentação é de Otávio Ceschi e Cláudia Matarazzo. Finalmente na sexta, é a vez de Bastidores, um segmento de entrevistas variadas com Thomaz Souto Correia. Completando a programação diária, haverá ainda 15 minutos de Meteorologia, Últimas Notícias e a agenda do dia seguinte, uma espécie de previsão do. que acontecerá. Nos fins de semana o jornalismo terá somente um plantão de dez minutos.

No comments:

Post a Comment

Followers