Thursday, May 23, 2013

1980 - Dona Xepa em Portugal

Jornal do Brasil
Data de Publicação: 31/8/1980
Autor: Juarez Bahia
DONA XEPA RETORNA PELA TV AO PÚBLICO PORTUGUÊS
LISBOA - Dona Xepa, uma novela de 150 episódios cuja história foi interpretada em palcos portugueses em 1953 pelos atores Alda Garrido, Glauce Rocha, Mirita Casimiro e Mílton Morais, com grande sucesso, é a nova atração do horário do canal Um da Radiotelevisão Portuguesa. De segunda-feira, 1 de setembro em diante e por toda a temporada do outono e inverno, os telespectadores de Portugal e Ilhas acompanharão a adaptação da peça teatral de Pedro Bloch, do mesmo nome, feita por Gilberto Braga.

Esta é a terceira telenovela brasileira - todas da Globo - depois de Dancing' Days e Sinhazinha Flo, que os canais Um e Dois da RTP transmitem no corrente ano. Uma quarta telenovela foi comprada pela RTP, O Bem Amado, de Dias Gomes, para ir ao ar em 1981. Por ser uma produção de êxito, já reprisada pela própria Globo no Brasil, com a presença de astros e atrizes que se tornaram conhecidos em Portugal por papéis em Gabriela, Casarão, e O Astro, Dona Xepa deverá provocar os inevitáveis protestos de setores (cinema, teatro, comerciantes) que se sentem prejudicados pela audiência inusitada que as telenovelas geram.

- Embora eu faça pessoalmente restrições ao horário atual das telenovelas - diz Vasco Teles, da RTP - porque realmente sua apresentação entre 20 e 21 horas afeta outras atividades, creio que o bem que elas trazem a milhões de pessoas, como divertimento e informação, compensam qualquer outra desvantagem. Por força de minhas funções na RTP, sou testemunha de centenas de cartas de telespectadores que chegam às nossas emissoras com constantes pressões para que a RTP transmita telenovelas.

Para muitos dirigentes da RTP ligados à programação, as telenovelas brasileiras já são parte integrante das atrações dos canais um e dois. "É claro observa Vasco Teves - que se a RTP deixar de passar telenovelas o mundo não vai acabar por isso. Mas, as telenovelas dão inegavelmente um maior brilho à nossa programação. Também, não as considero, como alguns, um mal necessário, porque desvirtuariam a língua ou porque apenas criariam ilusões. Acho que as novelas são necessárias, pois representam um peso importante na programação, fazem bem à nossa língua e estão de acordo com as expectativas do público".

"Dona Xepa" - Há três anos que a Globo produziu a telenovela Dona Xepa escrita por Pedro Bloch, em 1952. Dona Xepa aparece na televisão em maio de 1977, dirigida por Herval Rossano (também diretor de A Escrava Isaura e Sinhazinha Flo, casado com Nívea Maria, a Jerusa de Gabriela e que faz o papel de filha de Dona Xepa. A RTP, na peça de publicidade da novela, apresenta Nívea Maria corno descendente de portugueses.

Yara Cortes, com seus 30 anos de carreira artística, é a Dona Xepa, uma feirante que fez tudo para os filhos subirem na vida e, ao ficar velha, é por eles rejeitada. A principal intérprete de Dona Xepa é conhecida do público português por sua interpretação de Carolina em O Casarão. Mas, não só Yara Cortes terá um reencontro com os telespectadores da RTP.

No elenco de Dona Xepa figuram outros intérpretes de novela apresentados pela televisão portuguesa. Pelo menos cinco dos principais atores de O Astro estarão de volta em Dona Xepa: Rubens de Falco (O Samir), Ângela Leal (Laurinha), Edwin Luisi (Felipe), Dionísio Azevedo (Salomão) e Ida Gomes (Tia Magda). De Dancing Days, voltará Neusa Borges (Madalena). Estes vão ser revelados por Dona Xepa - Reinaldo Gonzaga, Nair Prestes, Isis Koschdoski, Clementina Kele, Nardel Ramos, Cláudio Cavalcanti, Ênio Santos, Zeni Pereira e Patrícia Bueno, dentre outros.

Ao contrário do que ocorria no século XIX e até a segunda guerra mundial (fim dos anos 30), quando as companhias portuguesas, com seus maiores astros, praticamente monopolizavam os espetáculos teatrais no Brasil, o que se dá agora é uma marcante presença brasileira em Portugal, desde o pós-guerra. Os brasileiros descobriram Portugal, desde então e no momento, com as telenovelas e principalmente a música, dominam o mercado português, estendendo suas atuações de Norte a Sul do país,

Na verdade, o Brasil encontra-se em Portugal para todos os gostos: só neste ano passaram pela cena portuguesa As Frenéticas, Milton Nascimento, Gal Costa, Chico Buarque de Holanda, Edu Lobo, Simone, MPB 4. Há os especiais de TV, desde humoristas a musicais. Na rádio, programas permanentes, dentre os quais o antigo Cantores de Rádio divulgam a música brasileira. Roberto Carlos é um dos que mais vendem discos no país. Há toda uma corte de artistas menores ocupando boates, casas noturnas, shows especiais em hotéis e restaurantes. Além de tudo, o futebol da primeira e segunda divisões conta com tantos brasileiros que são atualmente mais de uma centena a fazer a alegria dos estádios.

1 comment:

  1. Essa foi muito boa, pena que as novelas estão perdendo a essência.

    ReplyDelete

Followers