Thursday, December 27, 2012

1971 - Silvio Santos e a Baixaria

Jornal do Brasil


Data de Publicação: 4/9/1971

_______________________________________________________________



SÍLVIO SANTOS SÓ TEME UM ITEM



São Paulo (Sucursal) - O animador Sílvio Santos só está preocupado com o item B (quadros, fatos ou pessoas que sirvam para explorar a curandice, falsos médicos, curandeiros ou qualquer tipo de charlatanismo) do protocolo assinado pelas emissoras Globo e Tupi, porque quanto aos demais dispositivos há tempos que tomava todos os cuidados na produção dos programas, principalmente o de domingo.



- Depois disso - conta - o nível de nossos programas melhorou muito e pelas pesquisas percebemos que havíamos conseguido atingir um outro publico, até então distante de nossas programações. Eu me considero o maior beneficiado, pois sempre intenções de partir para isso, mas meus colegas, os outros animadores, descambavam para o lado de lá - afirmou Sílvio Santos, ontem à noite, depois de gravar um programa de TV.



Há três meses, quando retornou de sua última viagem aos Estados Unidos, Sílvio Santos reuniu seus produtores Luciano Calegari e Hélio Siqueira e juntamente com Leonardo, um assessor do delegado do Departamento da Polícia Federal em São Paulo, os censores Celso Adilise e Coelho Neo estudaram uma série de medidas para prevenir os programas nos quais Sílvio Santos é o animador.



O documento, impresso em papel timbrado do Departamento da Policia Federal - Delegacia Regional de São Paulo - ficou sendo a "orientação aos produtores do Programa Sílvio Santos." A orientação tem sete laudas e descreve quais as medidas e atitudes que os produtores devem tomar em cada um dos seus quadros apresentados durante as oito horas de programa.







No comments:

Post a Comment

Followers