Saturday, September 29, 2012

1987 - Hebe X Políticos

Folha de S. Paulo
Data de Publicação: 19/2/1987
CONSTITUINTE PODE PROCESSAR HEBE CAMARGO E GIBA UM
A Mesa diretora do Congresso constituinte poderá processar a apresentadora Hebe Camargo e o colunista social da Folha da Tarde, Giba Um (Gilberto di Pierro), sob acusação de ofenderem os constituintes durante o programa "Hebe e Você'', do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), levado ao ar na noite da última terça-feira.

Os constituintes teriam sido chamados de "corja de safados" "ladrões" e "vagabundos", segundo os depoimentos que chegaram ao presidente do Congresso constituinte, Ulysses Guimarães. Ontem mesmo, o ministro das Comunicações, Antônio Carlos Magalhães, determinou ao Departamento Nacional de Telecomunicações (Dentel) que requisite o teipe do programa de Hebe Camargo, respondendo a ofício que recebeu do segundo secretário da Mesa da Câmara, Paulo Mincaroni. Segundo Ulysses Guimarães, a fita deverá ser encaminhada à Procuradoria Geral da República "para as punições cabíveis", já que "o Poder Constituinte se considera ofendido".

"Nota zero" - Procurada ontem pela Folha até às 20h15, Hebe Camargo não foi localizada em sua casa. Um empregado da apresentadora, que se identificou como Paulo, disse que ela havia saído para jantar fora e não poderia localizá-la. Giba Um afirmou que sua interferência no programa dizia respeito não ao Congresso Nacional, mas aos deputados federais não-reeleitos. Segundo ele, a crítica referiu-se ao aumento de 25% sobre a aposentadoria conquistada por esses parlamentares antes de deixarem o cargo. "No Aurélio (Novo Dicionário da Língua Portuguesa), corja é um bando de pessoas desprezíveis, indignas de nota. E a Constituição me permite avaliar e dar a nota que eu bem entenda", disse Giba Um, referindo-se aos deputados que, não-reeleitos, receberam, segundo ele, "nota zero".

No comments:

Post a Comment

Followers