Saturday, July 31, 2010

1981 - Walter Clark na Bandeirantes

AS ARMAS DA BANDEIRANTES

José Nêumanne Pinto

SĂO PAULO - Uma hora e meia de telejornalismo, três horas ao vivo com serviço comunitário (em măo dupla), duas horas e meia de programaçăo infantil (foi comprado o pacote completo de Hanna Barbera), uma hora de telenovela, meia hora de teleteatro (năo se sabe ainda se em série) e duas horas de uma mistura de entretenimento, informaçăo e humorismo (com prioridade para as comédias de situaçăo).

Na sala do diretor da Rede de Televisăo Bandeirantes, José Roberto Maluf, o novo diretor-geral, Walter Clark Bueno, vai traçando os planos para uma programaçăo que deverá assumir seus primeiros contornos apenas no segundo semestre deste ano e da qual se sabe ao certo por enquanto apenas que terá de 12 a 14 horas por dia. Entusiasmado com o verdadeiro mundo novo que é Săo Paulo, "cidade onde vou morar" debaixo de uma saraivada de críticas por haver demitido Walter Avancini do núcleo de novelas e Cláudio Petraglia da superintendência de programaçăo, Walter Clark está tranqüilo e diz que se preocupa mais em trabalhar do que em falar.

De 28 de janeiro até hoje tirou Hebe Camargo, Moacyr Franco e As Mais Mais (cuja saída já estava programada) do ar. Já enfrentou duas crises de alguma seriedade, mas continua dizendo que "ninguém deve esperar de mim milagres ou lances de gênio. Meu trabalho aqui é de montagem de uma infra-estrutura mínima de programaçăo, no Departamento Comercial e na administraçăo".

Na programaçăo, Clark está pensando em "decompor" as faixas horárias padronizadas, ao estilo Rede Globo. "Em suma, quero um antídoto para meu próprio veneno. Essa fórmula de uma programaçăo só, de segunda a sábado, e outra programaçăo para o domingo, foi criada por mim na TV Rio e adotada depois na Globo. Mas sinto que essa fórmula está tolhendo a criatividade do profissional brasileiro de televisăo e que é preciso voltar ao esquema adotado no fim dos anos 50 e começo dos 80, principalmente com a revoluçăo de programaçăo da TV Excelsior - Canal 9 - de Săo Paulo. Năo é por acaso que, depois da transmissăo do Queen, que por sinal pareceu-me muito superior à de Frank Sinatra, por exemplo, estávamos comemorando e percebi que só havia, à exceçăo de Serginho Mattar, prata da casa, profissionais antigos de televisăo, de uma época que eu considero a mais criativa de todas, entre 1957 e 1963" - resume.

Walter Clark năo consegue deixar de falar sempre na Globo. Quando comenta seus planos para a programaçăo, tem consciência de que eles representam o antipadrăo Globo, padrăo, aliás, que ele ajudou a construir. Profissional experiente sabe, por exemplo, que a televisăo brasileira vive, há bastante tempo, uma crise de contexto, embora tenha resolvido, parcialmente, seus problemas de forma. Por isso, ele pretende colocar no ar "programas de substância", como um telejornal com as notícias analisadas, das 19h30m às 20h, sob o comando do jornalista Joelmir Betting, que funcionará como anchorman. Também por isso, lembra com saudade uma série feita na Globo, A Grande Família, certamente o melhor exemplo de uma boa comédia de situaçőes na televisăo brasileira, quando pensa numa soluçăo para o impasse do humorismo, certamente năo resolvido por Viva o Gordo, Chico Total e a nova ediçăo do Planeta dos Homens.

Clark é contra claque. Por isso, está sendo reformado o auditório da rede. - Quero o público integrado na programaçăo. Minha intençăo é bilateralizar a coisa, promover a măo dupla. Estou pensando na compra de pacotes de enlatados da Europa, principalmente da França e da Inglaterra. Por que só pensar em termos de importaçăo de programas da TV norte-americana? A tendência é fazer um programa só com Chacrinha, possivelmente mais longo, de quatro horas. Por que dar ao Velho Guerreiro a responsabilidade de sustentar a programaçăo de dois dias? É preciso também sair do círculo vicioso em que está a televisăo em termos de profissionais. Quero morar em Săo Paulo para isso, para poder sair às ruas descobrir os bons atores nos muitos grupos de teatro profissional existentes por aí. A inteligência vibra nesta cidade. Por que năo procurá-la? Por que se limitar às mesmas pessoas e às mesmas situaçőes?

A recorrência é mais uma vez à Globo. Walter Clark acha pobre de criatividade a soluçăo de dar título à novela adotando a marca de um sucesso musical. Na sua opiniăo, fica girando em tomo apenas do já criado, do já garantido como sucesso. Isso vem cansando o público e, por causa de tal cansaço, Clark quer sacudir a programaçăo com gente vinda de fora do ambiente da televisăo. Além disso, quer fazer um veículo de comunicaçăo de massas a partir de Săo Paulo. Pensa também num veículo para os jovens. Daí a idéia de um programa que pode vir a se chamar Mocidade Independente ou Mocidade Alegre, idealizado, produzido e apresentado por Nelson Motta.

- Passei 10 anos na TV Rio e 12 anos na Globo. Assumi a Globo em 1965 e só se começou a rodar o taxímetro em 1969. A "Vênus Platinada" passou a existir mesmo a partir de 1974. O trabalho de televisăo năo pode ser feito numa seqüência de passes de mágica, mas deve funcionar a partir de uma infra-estrutura sólida. Corremos o risco e ganhamos ao transmitir o Queen, mas é preciso ter a consciência de que năo teremos 365 Queen por ano. As pessoas que esperam de mim soluçőes miraculosas podem decepcionar-se. Estou aqui ainda na pré-história desse processo."

Na semana passada, Walter Clark demitiu Walter Avancini, e Cláudio Petráglia pediu demissăo. Petráglia acusou-o, pelos jornais locais, de adotar métodos pouco democráticos, disse que ele interveio em sua superintendência sem o consultar e definiu sua política como "de patota". Walter năo se abala. E diz que primeiro teve de pensar numa estrutura definida de programaçăo. "Antes năo havia. A Meridional produzia o programa de Hebe, o patrocinador do Moacyr Franco era responsável pela produçăo de seu programa. E por aí afora. Por isso, trouxe Clemente Neto, um dos três da patota denunciada. Os outros dois săo Eduardo Catinari, que trabalha na criaçăo, e José Ulisses Arce, no Departamento Comercial. Sou um líder e costumo trabalhar em equipe, mas vim só para a Bandeirantes."

- A Globo tem uma produçăo que sai muito cara, seu estilo, seu padrăo, mas năo condiz com a realidade brasileira. Năo dá para adotar o padrăo de produçăo custoso da Globo, aqui. A Bandeirantes năo pode ter mordomias. Por isso, năo considerei aceitável que Avancini ficasse em Săo Paulo, enquanto a Rede gravava uma novela em Salvador, Bahia, e outra em Amparo, no interior de Săo Paulo - explica.

Mas a Globo tem também disponibilidade de recursos para contrataçăo de que năo dispőe Clark em seu novo emprego. E ele já sentiu na pele que essa disponibilidade de recursos é uma arma importante na guerra que começou a ser travada:

1 - No ano passado, com Emerson Fittipaldi em fim de carreira, a Globo năo se interessou pela transmissăo exclusiva das corridas da Fórmula-1. Foi um erro. A Bandeirantes acertou quando conseguiu contratar as transmissőes, pois surgiu o fenômeno Nelson Piquet e o público brasileiro acompanhou a temporada com interesse. Este ano, a Bandeirantes diz ter feito um acordo com a Foca para a transmissăo exclusiva das corridas, por 16 mil dólares cada. Negócio fechado, satélite reservado, transmitida a corrida da Africa do Sul, a Globo entra no circuito, oferece 80 mil dólares e ganha a parada. Mas o Grande Prêmio dos Estados Unidos/Oeste năo foi transmitido ao vivo, mas apenas em flashes, para que a programaçăo normal năo fosse interrompida. Houve irritaçăo por parte dos aficcionados do esporte. A Globo culpou a Bandeirantes pelo bloqueio do satélite. A Bandeirantes garante que ainda detém a reserva do satélite, feita em dezembro, para as próximas corridas, mas diz também que, por decisăo de Walter Clark Bueno, José Roberto Maluf liberou o satélite para a transmissăo de Long Beach. E que também haverá liberaçăo para as próximos corridas.

2 - Em Săo Paulo, a Bandeirantes tem transmitido as partidas mais importantes do basquete. A Globo tentou comprar a transmissăo do Campeonato Mundial de Clubes, patrocinado pelo Sírio. Ofereceu 50% mais do que o oferecido pela Bandeirantes. "Mas eu convenci os diretores do Sírio de que o projeto da Bandeirantes é de apoio ao basquete. E eles fecharam conosco, apesar de a proposta da Globo ser maior" - diz Walter Clark.

3 - Ao assumir a direçăo-geral da Rede Bandeirantes de Televisăo, Walter Clark Bueno anunciou, numa concorrida entrevista coletiva, que as prioridades de sua programaçăo seriam jornalismo e esporte. "O jornalismo de TV está frio e substantivo. Precisamos de análise" -diz ainda hoje. A Globo promete lançar o Globo Revista, com Ênio Pesce e Marco Antônio Rocha como anchormen. "O esporte é uma tradiçăo na Bandeirantes" - garante Clark. A Globo anuncia que "81 é o ano do esporte" e transmite os jogos de futebol com um novo comentarista, o ex-jogador Gerson de Oliveira Nunes.

- A Globo năo pode comprar todas as idéias que eu tiver, porque o mundo é vasto demais. Năo posso jamais concorrer com ela em termos de contrataçăo de profissionais. Mas todo mundo vai se cansar se a Globo preocupar-se demais com essa corrida de gato e rato. Mesmo que eu năo tenha fôlego para acompanhar tal maratona, posso, pelo menos, dizer que sou, em parte, responsável pela melhoria de meu concorrente - diz, sorrindo, o monitor da sala mostrando o jogo Inglaterra x Espanha, enquanto a Globo transmite França x Holanda.

Para Clark, a Bandeirantes é uma rede grande com uma geradora bem-equipada, mas desarticulada. Seu trabalho é o de compor o quebra-cabeças, juntando todas as pedrinhas, entre as quais os equipamentos adquiridos recentemente na França por Joăo Saad, seu diretor-presidente, no valor de 17 milhőes de dólares. "O estúdio está terminando, a emissora da Bahia vai ao ar em abril. Acredito no projeto Os Imigrantes. Estou incentivando Ivani Ribeiro a fazer urna série, possivelmente sobre os problemas da adolescência" - planeja.

- Acredito na televisăo brasileira, na nacionalizaçăo do produto. Quero dar emprego nos mais variados setores e também quero que ela seja uma colcha expressiva da cultura brasileira. Logicamente estou comprometido com o entretenimento, pois estou aqui para conduzir a Bandeirantes ao primeiro lugar, apesar de estar consciente das dificuldades. Sinto-me, aliás, como se estivesse correndo na esteira rolante na contramăo. Ou como se tentasse escalar o muro em cima do qual está o concorrente sempre disposto a pisar em minha măo toda a vez que eu a coloque em cima - diz.

A mesma barbicha bem-cuidada, os cabelos de um preto-vivo, o blazer azul bem-passado, Walter Clark Bueno quer fazer surgir o inesperado no vídeo: "A soluçăo é tirar a rede debaixo do trapezista. O padrăo da Globo é respeitável. Mas às vezes tudo está tăo certinho que o telespectador fica na situaçăo daquela freirinha da piada que implora: "Fala um palavrăo, pelo amor de Deus". Por isso, quero mudar o padrăo da programaçăo horizontal, implantado por mim na TV Rio e estratificado depois na Globo."

"Tirar a rede" năo significa assumir loucuras, garante. Por isso, năo aprovou o pagamento de 10 mil dólares para que o filho de Vittorio de Sicca viesse da Itália para fazer um teste para a novela Os Imigrantes, de cuja produçăo está cuidando Álvaro Moya. "Em Săo Paulo, năo existe nenhum filho de italianos que fale português e seja bonito e bom ator o suficiente para fazer o papel?" - pergunta a um Walter Avancini imaginário.

Ele tem informaçőes de que Avancini foi contratado pela Globo e que possivelmente vai ser responsável por algum grande projeto, apenas para que fique provado que Walter Clark estava errado. "Mas eu estou careca de saber que Avancini é um bom profissional. Afinal, ele fez Gabriela para mim e fez muito bem" - completa o homem que diz ter tirado Hebe Camargo do ar, apesar de simpatizar com ela, porque o programa aos domingos atendia ao interesse do patrocinador, mas năo ao da emissora. "Tentei mudar de dia. O patrocinador estava certo em năo aceitar, pensando em seu interesse. Mas eu năo posso pensar no interesse dele e sim no da Bandeirantes", conclui.

E completa, para encerrar o assunto:

- Năo se faz omelete sem quebrar os ovos.









1 comment:

Followers