Saturday, July 24, 2010

1975 - Silvio Santos Vem Aí...

Amiga TV
9/4/1975
Carlos Imperial
===========



CANAL 11 PARA SÍLVIO


Amigos, hoje ou exijo um minuto de sua preciosa atençăo. Vou falar da nossa profissăo artística. Sei lá se é pedir muito, mas ou gostaria que o bom Ministro Quandt de Oliveira, homem forte das nossas comunicaçőes, lesse estas bem traçadas linhas. Há anos que todos os artistas brasileiros sofrem muito pela impontualidade (e negativa) de pagamento dos seus salários. A gente trabalha, trabalha, derrama sangue nos palcos, diante das câmaras, e depois năo recebe nada. O artista' brasileiro luta para conseguir um trabalho. Depois luta para receber o pagamento pelo seu trabalho. Quando nós fazíamos shows pelo interior, havia sempre uma dúvida cruel quanto ao recebimento o quase sempre nós recebíamos um cheque que năo valia nada. A coisa mais normal que existe na Justiça do Trabalho săo os processos que artistas movem contra maus empresários. Essa é a realidade da profissăo de artista no Brasil. Um dia, amigos, surge no cenário artístico a figura de Sílvio Santos, que, depois de ser tudo no lado artístico, passa a ser também um empresário do maior gabarito. Sílvio compra os horários das estaçőes de TV o paga diretamente aos artistas. Nunca artista algum reclamou falta de pagamento do Sílvio. Ele paga na hora e sem discutir. O tal Baú parece que năo tem fundo, e ele, por mais que pague aos artistas, continua com o mesmo sorriso e se propőe a pagar cada vez melhor. Năo trabalho (nunca trabalhei o nem vou trabalhar) para o Sílvio Santos. Pelo contrário, minhas críticas em relaçăo ao seu programa dominical nunca foram muito agradáveis. Foram justas o exprimiam sempre o pensamento de um jornalista independente. Mas, justiça seja feita, o Sílvio Santos tornou-se um sinônimo de bom emprego o trabalho compensador. Trabalhar para o Sílvio Santos é um cheque ouro visado do Banco do Brasil. Posso năo concordar com que ele, Sílvio, faz no seu programa, mas tenho que reconhecer nele o excelente empresário e o homem correto das nossas comunicaçőes. Agora correm boatos de que o governo vai abrir concorręncia para a instalaçăo do canal 11 no novo Estado do Rio. Sei lá, amigos, mas acho que os artistas brasileiros deviam dar um palpitezinho na abertura desse canal. Se por acaso o bom Ministro Quandt de Oliveira perguntasse aos artistas brasileiros quem deveria ganhar a concessăo do Canal 11, todos nós faríamos um coro unânime em torno de um nome só: Sílvio Santos. Sabe o que é, Ministro? É que a gente já está muito escaldado desses falsos empresários de comunicaçăo que usam rádios, jornais, estaçőes de TV para fazerem política. Elos montem as estaçőes como se monta um circo, na base da lona o cordas de amarrar. Depois de usar os meios de comunicaçăo, eles desmancham o circo o partem pra suas jogadas de construçăo de estradas, negociatas o outras mumunhas famosíssimas. E nós, pobres artistas brasileiros, ficamos sem receber nosso tutuzinho. Por favor, Ministro Quandt de Oliveira, dę um presente de măe para filho ao artista brasileiro. Dę esse canal 11 ao único empresário artístico que nos respeitou até hoje. Sabe, ministro, Sílvio Santos montou uma firma de empresagem artística e realizou milhares de shows pelo interior. Todos nós sabemos que a maioria dos clubes năo pagou os shows ao Sílvio. Pois o senhor sabe que o Sílvio agüentou calado o prejuízo de centenas de milhőes de cruzeiros o com o mesmo sorriso de sempre pagou a todos os artistas? Ora, ministro, desde os tempos de Cabral que isso năo acontece no Brasil. Cidinha Campos, querendo promover sua peça Homem Năo Entra, pediu ao Sílvio que a deixasse usar o programa dele. Sílvio deixou, e Cidinha foi ao programa do Sílvio exclusivamente falar da peça. Quando acabou, ela foi embora e já estava na rua quando veio correndo um rapaz com a grana na măo, para pagar um cache que ela năo pedira e nem sabia que existia. Aí ela ponderou que năo tinha cara de pau para receber o tal cachę, pois năo fizera nada. O rapaz insistiu, dizendo: Se a senhora năo receber eles brigam comigo!!! Isso é um fato inédito e que entra para a história do Brasil. O cara (Sílvio Santos) briga com o seu funcionário que deixa alguém sair do programo dele sem receber!!! A concessăo do Canal 11 a Sílvio Santos servirá como exemplo muitos empresários brasileiros. Eles veriam que, tratando o artista brasileira com respeito o correçăo, o governo poderá agraciá-los. E Sílvio Santos năo fez outra coisa em sua vida, a năo ser prestigiar o artista brasileiro. Em nome de todos (sem exceçăo) os artistas deste imenso Brasil, faço um apelo ao ministro: Dę o Canal 11 a quem gosta da gente. O Sílvio Santos. Falei, diste e curti adoiado.

No comments:

Post a Comment

Followers