Friday, April 9, 2010

1977 - TV Geisel

Jornal do Brasil
23/4/1977
---------------------



TV AUMENTA PRESTÍGIO DE PRESIDENTE


Săo Paulo - Todas as vezes em que o Presidente Ernesto Geisel aparece na televisăo, seu prestígio cresce entre as populaçőes do Rio de Janeiro e Săo Paulo - revelam as pesquisas do Instituto Gallup. Mas, sua popularidade entra em declínio quando săo anunciadas medidas governamentais relativas ao aumento do preço da gasolina, ou outras relacionadas com o custo de vida e salário real dos trabalhadores. O prestígio do Governo foi excessivamente abalado na época em que foi divulgada a criaçăo do depósito restituível.

A figura do Presidente na televisăo sensibiliza as populaçőes, sobretudo porque é vista como uma novidade. Em outubro de 1976, por exemplo, męs em que o Presidente Geisel surgiu intensamente no vídeo, devido ŕ campanha eleitoral, o seu índice de popularidade na escala do Instituto Gallup alcançou 63 pontos, no Rio de Janeiro e 42 pontos em Săo Paulo. O prestígio do Presidente caiu no Rio e em Săo Paulo no primeiro trimestre deste ano, devido ao depósito restituível.

Os pesquisadores perguntam em determinados núcleos de concentraçăo popular, que servirăo para a amostragem final, como a pessoa "classifica a maneira pela qual o Presidente Geisel está governando o país: muito bem, bem, regularmente, mal ou muito mal?" É dada uma escala de cinco opçőes, e a maioria das respostas cai no item "regularmente". Trata-se de pesquisas diferentes das que săo feitas pelo Instituto Gallup nos Estados Unidos, em que é feita uma só pergunta: "O Sr aprova ou năo o Governo de fulano?". Essa mesma pergunta é feita desde o Governo de Roosevelt.

Na época em que o Presidente Geisel tomou medidas drásticas contra a direçăo dos trens de subúrbio no Rio - após alguns desastres ferroviários - o seu prestígio subiu muito, atingindo 67 pontos na escala do Gallup, o maior registrado naquele Estado. Em Săo Paulo, o índice alto alcançado pelo Presidente da República foi em agosto de 1975: 58 pontos. A popularidade do General Ernesto Geisel sempre é maior no Rio, do que em Săo Paulo, porque o Executivo sofre um desgaste grande entre as classes operárias, com o aumento do custo de vida e a queda do poder aquisitivo dos assalariados.


No comments:

Post a Comment

Followers