Wednesday, April 14, 2010

1972 - Balança Mas Não Cai na Tupi

VEJA
6/9/1972
------------



RECEITA GARANTIDA
Receita garantida

Construído pelo arquiteto do riso Max Nunes, em 1950, na Rádio Nacional do Rio de Janeiro, o "Edifício Balança Mas Năo Caí" conquistou um público fiei que o acompanhou durante os dezenove anos, do rádio à TV. Finalmente há um ano, com a direçăo da Rede Globo pretendendo melhorar o nível de sua programaçăo, o "Balança", classificado como um programa de boa audiência (cerca de 30% de ibope, em seus últimos tempos), mas de baixa categoria, foi derrubado, dando lugar a "Uau".

Brandăo Filho, o primo pobre, Paulo Gracindo, o primo rico, Lúcio Mauro, o Fernandinho, e Sônia Mamede, Ofélia, foram alguns dos muitos cômicos revelados ou consagrados no "Balança", e que, na época, lamentaram o fim do programa, aparentemente definitivo. Contudo, a idéia de reconstruir o "edifício" brotou há cerca de um mês no diretor geral da Rede Tupi, José Arrabal. Preocupado em aumentar a audiência da rede no Rio e em Săo Paulo, ele se lembrou dos velhos programas de sucesso, e lançou como teste a "Comédia do Costinha". O resultado foi surpreendente, e o programa tem hoje o maior Ibope carioca da casa: 20%, contra 17% de Flávio Cavalcanti. Animado, Arrabal começou a reerguer o "Balança Mas Năo Cai". Entrou em entendimento com a Rádio Nacional, dona do titulo, que deu a sua cessăo à Tupi. Neste sábado, às 20h30, o programa volta ao ar.

A FÉ E O CONSOLO - "Precisam desesperadamente de audiência e, como năo temos condiçőes de fazer um programa caro, o jeito foi apelar para uma receita que sabemos ter sucesso garantido", diz Eduardo Sidney, o diretor de programaçăo da emissora. "Isso năo quer dizer que voltaremos aos tempos antigos. O edifício receberá tratamento especial. Será limpo, veloz, digno, sem no entanto perder suas características populares."

Dos velhos atores, poucos săo os que irăo participar do novo edifício. Zé Trindade, Lilico, Manuel Vieira e Vagareza continuarăo presentes. Brandăo Filho, Sônia Mamede e Lúcio Mauro na última hora năo puderam aceitar o convite - săo contratados da Globo até dezembro próximo, e năo conseguiram ser liberados. Paulo Gracindo, com muito prestígio na Globo depois de "Tucăo", nem pensa em voltar a ser o primo rico. Será substituído por seu filho Gracindo Júnior e o papel do pobre ficará com Jorge Loredo.

Wilton Franco, diretor de programas famosos como "Noites Cariocas", da TV Rio, e "A Cidade Se Diverte", na Excelsior, também tem certeza de que pode ressuscitar o velho "Balança". "Năo é um programa superado."

Quem năo está nem um pouco satisfeito com a reconstruçăo do "edifício" é o seu inventor, Max Nunes. Por esquecimento ele năo registrou o título na Divisăo de Propriedades Industriais, e agora tem que se conformar em ver a sua criaçăo apresentada por outra emissora. "Todo o Brasil sabe que o programa é meu. Acho uma falta de ética profissional o seu relançamento sem a minha presença. O que me consola é que ele vai dar emprego a muitos amigos meus, comediantes, atualmente sem ter o que fazer", diz ele.



No comments:

Post a Comment

Followers