Friday, January 1, 2010

1977 - Walter Clark sai da Globo

Jornal: O Globo
Data de Publicação: 29/5/1977




WALTER CLARK DEIXA A REDE GLOBO
O Diretor-Presidente da Rede Globo de Televisão, Roberto Marinho, recebeu ontem a seguinte carta de Walter Clark Bueno:

"Rio de Janeiro, 28 de maio de 1977

Prezado Amigo Dr. Roberto Marinho,

Confirmando entendimento que temos tido em nossos últimos e constantes encontros, venho manifestar-lhe o meu irrevogável desejo de me afastar da Direção Geral da Rede Globo

Tenho certeza de que essa decisão encontra, da sua parte, toda a compreensão o a necessária acolhida.

Desde muito moço, desde sempre, a Televisão foi para mim um chamamento vocacional, a que procurei responder com o máximo de meu empenho a com total espírito de missão.

A Rede Globo, nesse quadro, confunde-se profundamente com o meu destino e com a minha vida. Ela é parte de um sonho de mocidade, como é o coroamento de um esforço de centenas de companheiros que conosco acreditaram, desde a primeira hora, no êxito dos novos e importantes meios de comunicação.

Contemplando o nosso devotamento diário, a nossa perfeita identidade, sempre com o prestígio da sua autoridade e da sua cooperação amiga, venho repetir-lhe, de consciência tranqüila, que considero encerrada a missão que me foi confiada há 12 anos passados.

A Rede Globo nasceu e cresceu conosco. É dela, do esplêndido êxito que ela hoje representa, da sua irradiação nacional e internacional, é dela que nos vem a satisfação do dever cumprido

Cumpre-me, acima de tudo, trazer-lhe o testemunho da minha amizade e da gratidão pelo apoio que recebi sempre de sua parte, em todos os momentos, ainda os mais delicados, desde que juntos iniciamos o que viria a ser esta esplêndida realização que é a Rede Globo na história da Comunicação de nosso Pais.

Ninguém ignora quanto significou, para esse êxito, a sua liderança; ninguém desconhece o que é e será sempre, para todos nós, profissionais, o alto sentido da sua inspiração, reaquecida e consolidada a cada dia, no exercício da direção do que é a maior organização de imprensa do País.

Tal como aqui cheguei, saio cheio de fé de confiança na vida. No início da maturidade, dou-me por feliz pela obra de que pude participar. Creio que posso, dizer sem exagero que tenho hoje direito a uma vida pessoal e familiar que os apelos e os compromissos da minha carreira quase nunca permitiram desenvolver-se segundo os meus desejos.

Peço-lhe assim que aceite e compreenda, a minha demissão, aproveitando a oportunidade para renovar-lhe a expressão de todo o meu velho apreço''

Aceitando as disposIções de Walter Clark, Roberto Marinho, que acumulará as funções de presidente e diretor-geral da Rede Globo, respondeu com a seguinte carta

"Rio de Janeiro, 28 de maio de 1977

Meu caro Walter,

Acuso recebimento de sua carta - e quero dar-lhe resposta imediata. Creio que esta é também uma forma de mais uma vez manifestar-lhe o que nenhum de nós nunca pós em dúvida, ou seja, o entendimento que nos uniu para o que é hoje uma afirmação pioneira no campo da Comunicação.

Desnecessário será qualquer traço de ênfase no momento em que nossos caminhos professionalmente se distanciam, sem que se anule, como ambos desejarmos, o sentimento de cordialidade e de identificação profissional que alimentou, todos estes anos, nossa luta comum.

Mas velho e mais experiente do que você, posso dizer-lhe que conservo, intacto, o que e o apanágio de nossa honra profissíonal. Tanto quanto os que mais o sabem, Você tem sido testemunha do esforço infatigável e da completa adesão que há tantos anos me associam ao fascinante desafio que é, num país como O Brasil, a missão de criar, gerar, desenvolver e aprimorar os meios de comunicação que continuam, basicamente, a construir a essência moral de um jornalismo que nenhum progresso técnico o pode ou pretendia modificar.

A despeito de eventuais divergências, sei desde muito cedo que todos nós, confrades, constituímos uma fraternidade a serviço das mesmos causas e dos mesmos objetivos. Muito jovem, fui convocado para responsabilidades de que jamais me distanciei.

Nesta hora delicada para nós ambos, e, que espero seja inaugural, mas uma vez, para o seu generoso destino, permita que lhe diga, meu caro Walter, que nenhuma alegria é maior ou mais compensadora do que o descobrimento ou o encontro de uma vocação e de um talento destinados a assinalar uma presença na história de nossa Comunicação.

É essa alegria, com que a Previdência me cumulou ao longo de minha vida, é essa certeza de uma missão a cumprir que desejo evocar, quando pela primeira vez nos encontramos para juntos consolidar o que, felizmente, viria a ser a afirmação empresarial e a escola profissional que é hoje a Rede Globo de Televisão.

No início da maturidade, como Você próprio o diz, estou certo de que, ao despedir-se de uma etapa de sua vida, não encerra um destino sustentado em valores pessoais que tive o privilégio de conhecer de perto. É esta certeza que me tranqüiliza, no momento em que Você se afasta de nós, sem que se desfalque o patrimônio emocional e profissional que o cordial convívio tornou definitivo.

Creia no sincero pesar com que aceito o seu pedido de demissão, e que só se compara à expressão da velha amizade do companheiro de sempre''.

_________________________________________________________
..................................................................................................................

..................................................................................................................


No comments:

Post a Comment

Followers